quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Suave ondulam
os gestos e os olhares
dos meus filhos,
deslizando pela pradaria
e a ternura que tenho por eles
é como flor de azevinho,
símbolo dum perpétuo Natal.

(Manuela Reis)

1 comentário:

  1. Os filhos são aqui a metáfora de um amor pleno, em liberdade. Os seus gestos e olhares deslizam pela pradaria. Só há amor em liberdade absoluta.
    João Miguel

    ResponderEliminar